NOTÍCIAS

Seop e Guarda Municipal vão atuar com mais de 1.400 agentes nos eventos deste sábado – Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro

Os agentes da Seop já começaram o patrulhamento em vários pontos da cidade – Fábio Costa/Prefeitura do Rio

A Secretaria de Ordem Pública e a Guarda Municipal vão atuar com mais de 1.400 agentes divididos em diversas frentes de atuação neste sábado (4/11), sendo os maiores efetivos empregados na final da Copa Libertadores da América, entre Fluminense e Boca Juniors, no estádio do Maracanã, no show da banda Red Hot Chili Peppers, no estádio Nilton Santos, e na apresentação de Roberto Carlos, no Jockey Club. As ações também serão realizadas nas entradas da cidade, como rodoviária e aeroportos, na orla, pontos turísticos, Sambódromo e outras regiões da cidade.

– O dia 4 vai ser um dia muito especial para a cidade do Rio de Janeiro, que vai receber três grandes eventos esportivos e musicais, além do movimento natural que a cidade já tem em feriados nacionais. Nós vamos ter um trabalho bem específico de organização com vistas a esses grandes eventos, mas também ao público carioca que vai permanecer na cidade, aos turistas que aqui virão. Que seja uma experiência muito positiva para a cidade – disse o secretário de Ordem Pública, Brenno Carnevale.

Apenas na final da Libertadores, a Seop e a GM-Rio atuarão com mais de 350 agentes. As ações terão como foco o ordenamento urbano, a fiscalização do comércio ambulante, a fluidez no trânsito e a fiscalização de estacionamento irregular nas imediações do estádio do Maracanã. A Seop atuará com 12 reboques para remover os veículos estacionados ilegalmente.

As equipes começarão as ações no início da manhã de sábado e seguirão até a dispersão das torcidas após a partida, para garantir o ordenamento e segurança das pessoas que vão ao estádio. A atuação de comércio ambulante irregular é proibida, assim como a venda de bebidas em garrafas de vidro.

– Nós temos um planejamento operacional bem robusto para essa final da Copa Libertadores da América, no Maracanã, fruto de diversas reuniões em diálogo com órgãos internos da Prefeitura, órgãos externos de segurança de transporte. Para que o evento ocorra com muita organização, ordem pública e segurança, nós estamos fazendo bloqueios que foram feitos, inclusive, na época da Copa do Mundo, aqui no Rio de Janeiro, com a proibição também de venda e consumo de bebida alcoólica num determinado quadrante mais imediato ao estádio. Nós pedimos para que as pessoas que têm ingresso cheguem cedo, entrem no estádio o mais cedo possível. Nós vamos fazer a fiscalização da proibição de venda de álcool, tanto pelos lojistas, quanto pelo comerciante ambulante, fiscalização de estacionamento irregular. Estamos com o time da Prefeitura  todo empenhado e mobilizado para que esse evento aconteça com muita tranquilidade para o torcedor, o carioca, o turista para que a todos tenham um grande evento, um grande momento para a cidade do Rio de Janeiro – afirmou o secretário.

A Prefeitura destaca que o transporte coletivo é a melhor forma de chegar ao estádio do Maracanã. Para os torcedores que optarem por utilizar o táxi no final do jogo, fiscais da Seop atuarão na verificação da documentação dos veículos e dos motoristas, além de garantir que a cobrança seja feita pelo taxímetro.

Para possibilitar maior segurança e ordenamento das ruas mais próximas ao Maracanã, a Prefeitura do Rio publicou, no dia 25 de outubro, o decreto nº 53416, que proíbe o consumo e comercialização de bebidas alcoólicas em algumas ruas do perímetro do Maracanã. Vias em que a venda de bebidas alcoólicas estão proibidas:

I – Rua Conselheiro Olegário, em toda a sua extensão;

II – Rua Artur Menezes, em toda a sua extensão;

III – Rua Isidro de Figueiredo, em toda a sua extensão;

IV – Rua Professor Eurico Rabelo, em toda a sua extensão;

V – Avenida Paula Sousa, em toda a sua extensão;

VI – Rua Mata Machado, esquina com Av. Rei Pelé até a esquina com Av. Paula Sousa;

VII – Rua Visconde de Itamarati, esquina com Rua São Francisco Xavier até a esquina com Professor Eurico Rabelo;

VIII – Rua São Francisco Xavier, esquina com Avenida Professor Manoel de Abreu até a esquina com Avenida Paula Sousa;

IX – Avenida Maracanã, esquina com Rua São Francisco Xavier até a esquina com Rua Mata Machado;

X – Avenida Maracanã, pista lateral, esquina com Rua São Francisco Xavier até a pista lateral esquina com Rua Mata Machado;

XI – Praça Presidente Emílio Garrastazu Médici, em todo seu contorno;

XII – Avenida Rei Pelé, em toda a sua extensão;

XIII – Rua General Canabarro e suas ruas transversais até a Rua Morais e Silva.

A Seop e a subprefeitura da Grande Tijuca notificaram todos os bares localizados nas ruas em que a venda de bebidas está proibida no mesmo dia em que foi publicado o decreto.

Shows do Roberto Carlos e Red Hot Chili Peppers

Ainda no sábado, mais dois grandes eventos irão acontecer na cidade. Para o show da banda Red Hot Chili Peppers, no estádio Nilton Santos, serão utilizados mais de 240 agentes, que farão o ordenamento do trânsito, fiscalização a ambulantes, além de oito reboques que irão atuar nas vias do entorno dos shows para coibir o estacionamento irregular. Os fãs do Red Hot Chili Peppers que escolherem retornar para suas residências de táxi poderão contar com um bolsão na Rua José dos Reis, no trecho compreendido entre as ruas Das Oficinas e a Henrique Scheid. Já para a apresentação de Roberto Carlos, no Jockey Club Brasileiro, na Gávea, serão empregados 68 agentes.

 

Categoria:

  • 3 de novembro de 2023
  • Marcações: Boca Juniors evento Fluminense GM Guarda Municipal Libertadores Maracanã Red Hot Chili Peppers Roberto Carlos seop