NOTÍCIAS

Secretarias de Saúde Estadual e Municipal se reúnem para discutir o novo Complexo Multi-Hospitalar

Nesta sexta-feira, 23, as equipes da rede hospitalar do Estado foram apresentadas à estrutura do Complexo Multi-Hospitalar de Florianópolis, que funcionará no espaço do antigo aeroporto. Durante a reunião, foram detalhados os serviços e procedimentos a serem realizados na nova unidade, além do esclarecimento de dúvidas sobre o projeto. O encontro ocorreu no auditório da Maternidade Carmela Dutra e objetivou o alinhamento de ações entre a Saúde estadual e municipal.

Com uma área de 13 mil m², a nova estrutura incluirá um Hospital-Dia, UPA Sul, Policlínica, CAPS 24h, Centro de Atendimento à Mulher Vítima de Violência, Escola de Saúde Pública, entre outros serviços para atender à população.

A secretária de Estado da Saúde, Carmen Zanotto, destacou a importância da parceria para o Estado e município, salientando que os serviços oferecidos estarão diretamente integrados à estrutura estadual. “Por meio do planejamento e organização dos serviços entre a Secretaria de Saúde Estadual e Municipal, iremos transferir procedimentos para o novo Complexo Multi-Hospitalar. Isso aliviará a carga sobre nossos hospitais, para que possamos dar vazão às cirurgias mais complexas, que requerem a estrutura das unidades hospitalares estaduais. Quem vai ganhar é a população, e a redução de tempo é fundamental, conforme orienta sempre o governador Jorginho Mello”, explica.

Para o prefeito Topázio Neto, a reunião foi uma oportunidade para a troca de ideias visando o aperfeiçoamento das ações. “O projeto está 90% pronto, mas sempre há espaço para melhorias. E as equipes que estão no dia a dia da saúde, podem nos ajudar muito. O hospital, que nós chamamos de Multi-Hospital, será um equipamento intermediário entre as nossas comunidades de atenção primária, as nossas policlínicas e os hospitais do Estado”, afirmou. Conforme o gestor, a previsão é de que as obras sejam entregues no mês de março.

A Dra. Cristina Pires Pauluci, secretária municipal de saúde de Florianópolis, reforçou que o novo hospital será uma unidade ambulatorial focada em cirurgias de menor complexidade, possibilitando um maior fluxo das filas de espera. “O município de Florianópolis pensa em saúde como rede. Com esse novo equipamento teremos a possibilidade de direcionar pacientes que precisam de cirurgias menos complexas, e que não necessitam de retaguarda hospitalar. Pensando em saúde como rede, organizamos a fila e fazemos com que os pacientes tenham os seus problemas de saúde resolvidos com maior rapidez”, pontua.

Estiveram presentes ao compromisso, o secretário adjunto, Diogo Demarchi, os diretores e gerentes dos hospitais públicos da administração direta da Secretaria de Estado da Saúde, equipes das superintendências dos Hospitais Públicos (SUH), de Serviços Especializados e Regulação (SUR) e de Urgência e Emergência (SUE), bem como equipes da Diretoria de Atenção Primária à Saúde (Daps).

Mais informações para a imprensa:
Silvestre Aguiar
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Saúde
(48) 99134-4078
imprensa@saude.sc.gov.br