FCS Brasil
Notícias [+] Lidas
08/10/2018   

Sistema político ruim elege a federal candidato com 33 mil, 52 mil votos e Pauliki com mais 67 mil fica de fora

CONEXÃO CAMPOS GERAIS

O sistema político injusto, carente de uma ampla e profunda reforma política elege uma candidata com 33 mil votos, 52 mil votos, e deixa de fora, em face da coligação, Márcio Pauliki, um grande gestor, gerador de empregos, com mais de 67 mil votos.

Claro, a vitória da deputada que é uma mulher honesta e trabalhadora é mérito dela e Pauliki jamais criticou isso. Essa, que fique claro, é uma simplória observação deste blog apenas para comparação.

Certamente, acreditamos que Aline Sleutjes (PSL), muito capacitada, fará muito bem ao povo dos Campos Gerais e ao Paraná. 

O deputado eleito, Aroldo Martins, que fez 52 mil votos nada sabemos sobre ele. 

Vida que segue.

Pauliki ainda ajudou a eleger ao Senado, o Flávio Arns com 2,3 milhões de votos. Arns tem um grande trabalho social com as Apaes e que vai de encontro com o trabalho social do Pauliki através do IMM e como deputado estadual em todo o Paraná.

Apesar de não se eleger a federal, em face dessas discrepâncias do sistema eleitoral, Pauliki segue como deputado estadual até 31-12-2018, e segue firme e forte, ainda cotado para instâncias superiores tanto no governo estadual quando federal para 2019 em face de ser um grande gestor e ficha limpa.

Aos mais próximos, Pauliki disse que é muito grato aos que votaram nele e disse ainda que continuará fazendo o melhor que pode pelo povo de Ponta Grossa e do Paraná.
 





ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.



UE X RÚSSIA

SÉRIE SOBRE EUA

Sugeridos

© Todos os direitos reservados

[email protected]centrosul.com.br

X