FCS Brasil
Notícias [+] Lidas
25/10/2017   

Centro de Tratamento de Leucemias e mutirão de cirurgias são lançados em Ponta Grossa

CAMPOS GERAIS

O deputado estadual Marcio Pauliki e o secretário estadual de Saúde, Michele Caputo Neto, garantiram nesta terça-feira (24) garantiram o início do mutirão para realizar centenas de cirurgias de catarata no Hospital Universitário Regional de Ponta Grossa e do mutirão para o fornecimento de órteses e próteses pelo Sistema Único da Saúde (SUS).

Esses pedidos foram reivindicados pelo deputado Pauliki durante o primeiro semestre deste ano junto à Secretaria de Saúde.

“Essas lutas são constantes. Temos o dever de olhar a saúde de maneira diferenciada, com uma atenção triplicada. Essa é uma conquista de toda sociedade e o jeito certo de fazer política”, afirma o deputado Pauliki. Serão, inicialmente, 700 pessoas beneficiadas com o mutirão de órteses e próteses.

Além dos mutirões, a 3ª Regional de Ponta Grossa iniciou as obras da Farmácia do Paraná. O programa tem o objetivo de distribuir gratuitamente medicamentos para o tratamento de, pelo menos, 80 doenças, entre elas o Mal de Alzheimer, Parkinson, Esclerose Múltipla e Hepatite. O investimento é de aproximadamente R$ 1,5 milhão para atender cerca de 6,5 mil pessoas.

Para o secretário Caputo Neto, essas medidas são importantes para a cidade de Ponta Grossa.

“A Farmácia Paraná dá melhores condições para nossa gente. As próteses auditivas e locomotoras representam R$ 1,1 milhão de investimentos. Isso denota que a cidade e a região estão ganhando independência em questão de saúde”, afirma.

Segundo a diretora da 3ª Regional de Saúde, Scheila Mainardes, a intenção é de que em seis meses seja zerada a fila de mutirões de órteses e próteses. “Isso dá melhores condições de trabalho e beneficia a toda sociedade”, afirma. O diretor do Hospital Regional, Everson Krum, ressalta as ações desenvolvidos junto à instituição. “Com essas medidas, evitamos que as pessoas se desloquem para outras cidades e possam fazer diversos procedimentos em Ponta Grossa. É a afirmação do hospital como grande prestador de serviços para a comunidade.

Instituto do Câncer

Durante o anúncio dos mutirões, foi anunciado que Ponta Grossa e a região dos Campos Gerais serão contemplados em breve com um instituto voltado para o tratamento do câncer. A entidade, denominada de Instituto do Câncer dos Campos Gerais (ICCG), funcionará dentro do Hospital Universitário Regional.

A primeira etapa do instituto será instalada através de recursos de R$ 1 milhão provenientes via governo do Estado e mais R$ 1 milhões através de recursos conquistados pelo deputado estadual Márcio Pauliki. “Essa é uma ação que está sendo desenvolvida e que trabalho antes mesmo de assumir meu mandato como deputado estadual. Em breve, teremos mais novidades sobre este importante projeto”, ressalta o parlamentar.

Nesta primeira fase, o montante de R$ 2 milhões, conquistado por Pauliki, será destinado para a construção da Farmacologia Oncológica e Laboratório de Pesquisa e Diagnóstico Oncológico, responsável pela manipulação de medicamentos para os tratamentos de quimioterapia.

Em paralelo será criado o Centro de Tratamento de Leucemias e Linfomas (CTL), com 12 leitos para internamento, 7 para infusão e consultas em oncologia. Nesse espaço serão atendidas em média 500 pessoas por mês para tratamento de leucemias e linfomas. As demais fases do projeto serão anunciadas pelo secretário Caputo Neto e pelo deputado Pauliki em novembro. (Com Assessorias)





ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.



PF DO PMDB

MUNDO: AO VIVO

Sugeridos

© Todos os direitos reservados

contato@folhacentrosul.com.br

X