FCS Brasil
Notícias [+] Lidas
14/09/2018   

Brutus da Odebrecht praticamente se declara incompetente pra investigar atentado contra Bolsonaro

As baboseiras ditas pelo Ministro da Insegurança, Raul Jungmann, Brutus nas listas de propinas da Odebrecht, são uma declaração de incompetência.

Com a PF, uma das melhores polícias do mundo, não conseguir sequer rastros dos mandantes do atentado, é uma piada de muito mau gosto contra o povo.

Conta outra Raul Comuna.


Diz O Antagonista:

Raul Jungmann disse hoje que “fake news” e “teorias conspiratórias” têm atrapalhado as investigações do atentado a Jair Bolsonaro.

“Fica o tempo inteiro… Qualquer coisa que aparece, imediatamente se vai para uma teoria conspiratória. A nossa postura é: qualquer coisa que aparece, a gente investiga.”

Ele continuou:

“É a chamada fake news. Fake news é a negação da verdade e representa uma ameaça à democracia. Quando a fake news vem, ela estabelece uma verdade alternativa, desvia as pessoas, cria fatos e gera comoção.”

Segundo o ministro, dois vídeos divulgados nas redes sociais já foram verificados como falsos.

O Estadão detalha que em um deles, uma mulher teria aparecido entregando uma faca ao agressor. Segundo Jungmann, a mulher do vídeo é, na verdade, uma policial. Outro vídeo de um homem dando um soco em Bolsonaro naquela tarde do ataque também é montagem.

O ministro também afirmou que os resultados das investigações devem ser apresentados antes do primeiro turno das eleições.

“Toda e qualquer pista e informação estão sendo minuciosamente investigadas. Há um esforço para no mais curto tempo apresentar esses resultados.”





ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.



MORO MINISTRO

SÉRIE SOBRE EUA

Sugeridos

© Todos os direitos reservados

X