FCS Brasil
Notícias [+] Lidas
22/02/2018   

Ministro 'quebra galho' do Trabalho responde processo por furto de energia

Um pior que o outro>>> Essas, as escolhas de Temer>>>

De acordo com a denúncia feita pelo Ministério Público em 2014, e aceita pela Justiça em 2015, os sócios Baldomero Simões Abreu e Helton Yomura, "de janeiro a abril de 2014, livre e conscientemente, subtraíram para si energia elétrica da propriedade da empresa light, concessionária de serviço público", afirmou o promotor no documento.

Ainda segundo a denúncia, eles "concordaram e permitiram a retirada do medidor e a realização dessa ligação clandestina".

O prejuízo estimado pela Light com esse desvio é de R$ 25 mil, mas o total de energia furtada, segundo a concessionária, não tem como ser calculado.

Helton e o sócio dele foram denunciados pelo Ministério Público por dois crimes: furto de energia e furto qualificado. Se forem condenados pela justiça, eles podem pegar uma pena máxima de 12 anos de prisão. (As informações são do G1)





ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.



URNAS FRAUDADAS

BOLSONARO EVOLUI

Sugeridos

© Todos os direitos reservados

X