FCS Brasil
Notícias [+] Lidas
13/02/2018   

Na Guatemala, Ex-presidente e ministros são presos por corrupção... Já no Brasil...

Enquanto na Guatemala, Ex-presidente e diversos ministros e políticos são presos por corrupção, no Brasil devido ao Foro Privilegiado e devido a vista grossa e blindagem por parte da PGR e do STF, OS LADRÕES DA REPÚBLICA VIVEM COMO MARAJÁS COM DIREITO A TROCENTOS ASSESSORES.

VEJA>>> Collor, Sarney, FHC, Lula e Dilma tem 40 assessores ao custo de R$ 5,5 milhões

VEJA MAIS>>> Venezuelanos supervisionam urnas eletrônicas no BrasilVE

Mas, deve estar uma maravilha isso tudo, já que parte do povão se preocupa mais com carnaval, futebol, novelas, festanças e outras idiotices...

Isso, é o Brasil das urnas venezuelanas e do povo que viaja na mionese achando que elegerá salvadores da Pátria no sistema falido e corrupto em outubro.

Detalhe: na Guatemala, o povo teve coragem, tomou a sede de poder e ficou meses  a fio no centro do poder em protesto. Primeiro renunciou a Vice-presidente, depois o presidente e depois quase todo o parlamento. Agora todos do alto escalão estão presos e acabados na política.

REVEJA>>>

ENQUANTO ISSO, NA GUATEMALA>>>

[...] O ex-presidente guatemalteco Alvaro Colom e diversos de seus ex-ministros foram presos nesta terça-feira (13) como parte de uma investigação sobre corrupção, afirmou a promotoria local.

"Uma de 10 pessoas presas na operação de hoje é o ex-presidente da República Alvaro Colom", afirmou Juan Francisco Sandoval, chefe da força anticorrupção no gabinete da promotoria da Guatemala.

Juan Alberto Fuentes, um ex-ministro da Economia da Guatemala que atualmente preside a organização Oxfam International, também foi detido, disse a promotoria. A prisão de Fuentes acrescenta pressão sobre a organização humanitária britânica que já enfrenta denúncias de abuso sexual no Haiti.

Colom, de 66 anos, foi presidente da Guatemala entre 2008 e 2012. A investigação envolve compra de ônibus durante seu governo que seriam usados em um grande programa de transporte público.

"Acreditamos que tudo foi legal, mas vamos esperar para ver o que o juiz vai dizer", disse Colom ao entrar no tribunal. Os outros oito detidos foram ex-ministros de Colom que assinaram o acordo para a compra dos ônibus. [...] (COM INFORMAÇÕES DE REUTERS VIA G1)





ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.



GOLPE DO VOTO IMPRESSO

HUMILDADE MINHA GENTE!

Sugeridos

© Todos os direitos reservados

X