FCS Brasil
Notícias [+] Lidas
14/11/2017   

Lewandow$ki alivia a vida de Cabral, Paes e Pezão

Um novo acordo de delação, já aliviado pela PGR Raquel Dodge  agora fica que  'uma uva doce' para o Sergio Cabral, Paes e Pezão, que juntos de Piccianis e outros ladrões do PMDB e do PT arrebentaram o RJ>>>

VEJA O QUE DIZ A VELHA MÍDIA PROPINEIRA E QUE TENTA MONOPOLIZAR A INFORMAÇÃO>>>

O marqueteiro trabalhou em campanhas políticas do governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, do ex-governador Sérgio Cabral e do ex-prefeito do Rio Eduardo Paes. Todos do PMDB.

No despacho, Lewandowski pediu adequações nos benefícios concedidos a Pereira.

O acordo do marqueteiro com o Ministério Público estabelece, por exemplo, que Pereira cumprirá pena somente por crimes da campanha de Pezão em 2014, deixando de fora outros 7 fatos delituosos confessados por Renato Pereira em outras campanhas.

Pelo acordo de colaboração, as punições a Renato Pereira serão:

Pagamento de R$ 1,5 milhão;

1 ano de recolhimento noturno em casa (exceto em viagens nacionais e internacionais a trabalho ou visita a parentes, autorizadas pelo MP);

3 anos de prestação de serviços à comunidade por 20 horas semanais (o que poderá ser feito nos fins de semana ou feriados de modo a compatibilizar com o horário de trabalho normal).

Nos depoimentos, Pereira confessou suposto caixa 2 (recursos ou serviços não declarados à Justiça Eleitoral) na campanha de Pezão; uso de recursos oriundos de lavagem de dinheiro; evasão de divisas para o exterior sem declaração à Receita.(COM INFORMAÇÕES DO G1)

 

 





ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.



PF DO PMDB

MUNDO: AO VIVO

Sugeridos

© Todos os direitos reservados

contato@folhacentrosul.com.br

X