FCS Brasil
Notícias [+] Lidas
20/09/2016   

Troca-troca de militantes em cargos de comissão e confiança disfarçado de 'cortes' de cargos

O PMDB está tão desesperado em viabilizar-se para 2018 e para manter o 'acordão', que está 'inventando dados e modas', 3 por 4, parecendo o PT.

Segundo dizem as 'bocas pequenas', o senado aprovou  uma medida provisória que permite apenas 'servidores efetivos' em cargos de confiança.

É trocar 6 por meia dúzia. Isso já é feito.

REVEJA>>> PT, PMDB, PSDB e PDT lideram apadrinhamentos em cargos de confiança e comissão

O TCU diz que o Brasil tem, no governo Federal e União, 1.1 milhão de servidores. Sendo 346 mil comissionados e em cargos de confiança. Ou seja, mais de 700 mil efetivos.

Acontece que efetivos já acumulam cargos em comissão e de confiança.

Ou seja, por mais verdade que fosse a 'popaganda de corte', ao eliminar 10 mil, faltaria "apenas" 336 mil

E os defensores de mais essa patifaria, dizem que isso causará a extinção de 10 mil cargos. O que se mostra mais uma mentira das mais vagabundas que existe.

O governo Temer, na verdade, está apenas tirando alguns, frise-se "ALGUNS", petistas e colocando uma turba de aliados do PMDB, PSDB, DEM e até deixando uma grande leva de petistas ligados a Zé Rainha, Stédile, Paulinho da Força, Renan Calheiros, José Sarney, tudo em face do acordo com Lula.

O que o governo do PMDB está  fazer é nada mais, nada menos que uma "TROCA DE MILITANTES ENTRE OS MILHARES DE CARGOS DE MARAJÁS".

===

REVEJAM>>>





ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.



RECEITA FRAUDULENTA

ROCK COM MARCELO NOVA

Sugeridos

© Todos os direitos reservados

X