FCS Brasil
Garagem Brasil
01/02/2016   

A música, Cabeça de Bagre, dos Mamonas, reflete bem a atual situação do Brasil

SE LEMBRAM DELES?

Mamonas Assassinas foi uma banda brasileira de rock cômico formada em Guarulhos em 1990, inicialmente tinha o nome de Utopia. O som era uma mistura de punk rock com influências de gêneros populares, tais como Forró(Jumento Celestino), brega (Bois Don't Cry), heavy metal (Débil Metal), pagode (Lá Vem o Alemão), música mexicana (Pelados em Santos), reggae (Onon Onon), vira (Vira-Vira) e Sertanejo (Uma Arlinda Mulher). A carreira da banda, com o nome de Mamonas Assassinas, durou de 23 junho de 1995 até 2 de março de 1996 (pouco mais de 7 meses). Tiveram um sucesso meteórico. Com um único álbum de estúdio, Mamonas Assassinas, lançado em junho de 1995, o grupo vendeu mais de 3 milhões de cópias no Brasil, sendo certificado com disco de diamantecomprovado pela ABPD além do disco de diamante num acervo particular do grupo possui discos de ouro, platina, dupla platina com o sucesso de venda do único álbum da banda [1] . Com letras bem-humoradas, o álbum lançou os "Mamonas" ao estrelato nacional. Porém, em março de 1996, no auge da carreira, a banda foi vítima de um acidente aéreo fatal sobre a Serra da Cantareira, o que ocasionou a morte de todos os seus integrantes. Em 2015, para comemorar os 20 anos do surgimento do grupo, uma gravadora independente Iançou um álbum inédito, chamado de "Mamonas: 20 Anos de Fenômeno", retirado de um show do grupo, diferente do lançado em 2006

A MÚSICA CABEÇA DE BAGRE REFLETE BEM O ATUAL MOMENTO DO BRASIL

LETRA

Loucura, insensatez, estado inevitável
Embalagem de iogurte inviolável
Fome, miséria, incompreensão,
O Brasil é Treta Campeão

Quando eu repeti a 5ª série E,
Tirava E, D, de vez em quando um C
Mais de dez minutos se passaram-se
Cê, cê, cê, cererê cê cê

A polícia é a justiça de um mundo cão
Mês de agosto sempre tem vacinação
Na política o futuro de um país
Cala a boca e tira o dedo do nariz

Quando eu repeti a 5ª série E,
Tirava E, D, de vez em quando um C
Mais de dez mil anos se passaram-se
Cê, cê, cê, cererê cê cê

Quando eu repeti a 5ª série E,
Mais de dez mil anos se passaram-se

Mamonananas, mamonananas, mamonananas,
Mamonananas, mamonananas, mamonananas
Assassinananas

Quando eu repeti a 5ª série E,
Tirava E, D, de vez em quando um C
Mais de dez mil anos se passaram-se
Cê, cê, cê, cererê cê cê.



COMENTE ESTE E OUTROS POSTS NA FAN PAGE OFICIAL NO FACEBOOK: www.facebook.com/fanpageoficialfolhacentrosul








Espaço livre, alternativo e independente destinado a exposição de  talentos da música brasileira e mundial, também, para divulgar as boas coisas da Cultura Brasileira e mundial, bem como rever grandes obras de velhos ídolos que fizeram e ainda fazem [+]Leia Mais

Arquivos

2017

2016

2015

Dezembro

Novembro

Setembro

Agosto

Julho

Junho

Maio

Abril

Março

Fevereiro

Janeiro

2014

Mídia Do Povo Brasileiro!

Mídia Do Povo Brasileiro!

×

Sugeridos

© Todos os direitos reservados

[email protected]

X