FCS Brasil
Eli Corrêa Fernandes
11/03/2013   

R$ 30,00!!!

Estou pasmo. Realmente há advogados e ADVOGADOS! Para quem milita na atividade jurídica forense é costumeiro, vez por outra, receber convite para representar determinada parte, pessoa jurídica ou física, de outras cidades, geralmente no Juizado Especial Cível em audiência preliminar de tentativa de conciliação. Os contatos são feitos via telefone por advogados de grandes escritórios de outras cidades. Eles pegam uma cópia da relação dos advogados de determinada cidade e de acordo com o número de inscrição na Ordem, auscultam os que tem inscrição mais recente, e fazem o contato para que representem o seu cliente em determinada audiência de tentativa de conciliação, onde comumente não há debate, não há discussão, mas apenas uma tentativa de conciliação entre a parte reclamante e a parte reclamada. Óbvio que cada parte terá consigo os parâmetros para eventual conciliação. Se a parte reclamante ou reclamada for pessoa jurídica haverá necessidade de ser representada por um preposto nessa audiência preliminar e também por um advogado. Então, esses escritórios de fora, geralmente localizados em grandes cidades, acham desnecessário deslocar-se para uma cidade do interior, como Prudentópolis, tão somente para participar daquela audiência prévia. E aí procuram um advogado que os represente e que também providencie um preposto para representar a pessoa jurídica na audiência. Fiquei sabendo há poucos dias que, em um caso desses, tiveram a cara de pau de oferecer R$ 30,00 (trinta reais) para que um advogado novo os representasse numa audiência dessa natureza, e ainda arrumasse um preposto para representar a pessoa jurídica, que deveria receber em torno de R$ 20,00 por sua participação como representante da firma. Realmente, é o “fim da picada”. A OAB tem uma tabela com valor mínimo para participação em audiência preliminar de conciliação, R$ 250,00. Mas o que mais me entristece é saber que propostas como essa de R$ 30,00, partem de outros colegas, de escritórios maiores, de cidades maiores, que certamente não abrem mão dos seus honorários e sabem muito bem cobrá-los... Fica aqui a minha recomendação aos advogados novos que são assediados por esse tipo de proposta: RECUSEM, valorizem a sua atividade de profissional do Direito, não aviltem a sua dignidade! Se todos se unirem e mostrarem que são uma categoria profissional forte essas propostas mesquinhas não serão mais feitas!!!



COMENTE ESTE E OUTROS POSTS NA FAN PAGE OFICIAL NO FACEBOOK: www.facebook.com/fanpageoficialfolhacentrosul








Advogado inscrito na OAB/PR sob nº 007155, formado pela PUC/PR. Egresso do movimento estudantil secundarista (UPES) e universitário (DCE-Puc, 1o Presidente eleito pelo voto direto - em 1974). Quando universitário, Assessor Especial do Secretário de Justiça do [+]Leia Mais

Arquivos

2016

2015

2014

2013

Mídia Do Povo Brasileiro!

Mídia Do Povo Brasileiro!

×

Sugeridos

© Todos os direitos reservados

[email protected]

X