FCS Brasil
Eli Corrêa Fernandes
18/11/2013   

O VALOR REAL DO VOTO

Quando estudante, cursando o então Colégio Comercial Estadual desta Cidade (hoje Colégio Barão de Capanema), ao lado de vários companheiros e estudantes da época, reestruturamos o Grêmio Estudantil Visconde de Cairu e os Grêmios dos demais Colégios, Ginásio Alberto de Carvalho, Escola Normal Cel. José Durski e Colégio Imaculada Virgem Maria. Embalados pelos ideais estudantis da época, e com a orientação e apoio da UPES (União Paranaense dos Estudantes Secundaristas), fundamos a então UMESP (União Municipal dos Estudantes Secundaristas de Prudentópolis), da qual tive o privilégio de ser eleito o primeiro Presidente. Em meados de janeiro do ano de 1970, com apoio do então prefeito, de saudosa memória, senhor Gilberto Agibert, lotamos um ônibus com várias líderes estudantis desta Cidade e fomos a um Congresso Estudantil Estadual realizado na cidade de Foz do Iguaçu, neste Estado, pela UPES. Neste conclave, fui eleito Secretário Geral da UPES, cuja diretoria era composta por Presidente, Secretário Geral, Secretário do Interior, Secretário da Capital e Secretário de Finanças, além de outros cargos de confiança. Antes disto, com o apoio das demais lideranças locais, havíamos conseguido aqui meia entrada no cinema local e alguns descontos no comércio local. E nesta trajetória sempre tivemos o apoio do voto estudantil, limpo, idealista e desapegado de qualquer outro interesse. Já na Universidade Católica do Paraná, cursando entre o terceiro e o quarto ano do curso de Direito, atendendo pedidos de outros companheiros universitários, mais uma vez deixamos a mosca azul da política estudantil nos picar e de mero observador passamos a ocupar uma linha de frente na política universitária. Corria o ano de 1974 e a PUC, em Curitiba, pela primeira vez promovia uma ampla reestruturação nos meios políticos acadêmicos, implantando o voto direto para o DCE (Diretório Central dos Estudantes) e para os Diretórios dos Centros e dos Núcleos Estudantis dos Cursos. Entramos naquele verdadeiro caldeirão da efervescência da política acadêmica, e, mais uma vez, com a força dos amigos, este escriba acabou se tornando o primeiro Presidente eleito de forma direta para o DCE da PUC. Foram exatamente 3.415 votos. Fui Representante Estudantil no Conselho Universitário da PUC. Inúmeras conquistas foram obtidas ao estudante, como bolsas de estudo, escritórios de prática universitária etc. Depois mais tarde, retornei para esta cidade, já advogado formado, e a pedido de alguns amigos, acabei sendo eleito Vereador (1988/1992), tendo sido Presidente da Câmara Municipal e da Assembléia Municipal Constituinte que elaborou e aprovou a LOM – Lei Orgânica do Município de Prudentópolis. Nesta mesma época, fundamos  a ACAMCESPAR (Associação das Câmaras Municipais e Vereadores do Centro Sul do Paraná), congregando Prudentópolis, Irati, Imbituva, Rebouças, Rio Azul, Inácio Martins, Teixeira Soares. Mais uma vez, embalado pelo apoio da grande maioria dos Vereadores da época, acabei sendo eleito o primeiro Presidente da ACAMCESPAR. Várias conquistas foram obtidas para a região. Cheguei a ser eleito Procurador Jurídico da Diretoria da UVEPAR (União dos Vereadores do Paraná), em Congresso Estadual realizado na cidade de Fóz do Iguaçu, sendo eleito Presidente o ainda e atual Vereador de Curitiba, Jorge Bernardi. Depois, voltei à Câmara Municipal, no período 2004/2008, onde os registros daquela Casa demonstram o trabalho que realizei como Vereador deste Município. Não é por ter me retirado da disputa de cargos eletivos que ficarei como mero expectador na terra em que nasci. Acredito que o eleitor deve aprender sobre o valor real do voto, pois voto não tem preço, voto não se vende e nem se troca por nada, porque a partir do momento em que se negocia o voto perde-se o direito à reclamação. É preciso voto de qualidade porque depois não pode se voltar atrás e nem pegar o voto de volta. Quanto à atual Administração Municipal de Prudentópolis, liderada por Gilvan/Adelmo, afirmo que sabem muito bem a que vieram. Sabem que estão expostos à crítica, como sabem também tudo aquilo que podem e que irão ainda realizar, tapando a boca de uns e outros...

 



COMENTE ESTE E OUTROS POSTS NA FAN PAGE OFICIAL NO FACEBOOK: www.facebook.com/fanpageoficialfolhacentrosul








Advogado inscrito na OAB/PR sob nº 007155, formado pela PUC/PR. Egresso do movimento estudantil secundarista (UPES) e universitário (DCE-Puc, 1o Presidente eleito pelo voto direto - em 1974). Quando universitário, Assessor Especial do Secretário de Justiça do [+]Leia Mais

Arquivos

2017

2016

2015

2014

2013

Mídia Do Povo Brasileiro!

Mídia Do Povo Brasileiro!

×

Sugeridos

© Todos os direitos reservados

X