FCS Brasil
Notícias [+] Lidas
19/09/2017   

Prefeito e vereadores impõem mais impostos e prejudicam empresas em Ponta Grossa-PR

Como prejudicar quem gera empregos e acabar com a economia local? O prefeito-selfie e os cupinchas da câmara dão a receita.

O prefeito-selfie de Ponta Grossa-PR, Marcelo Rangel (PPS), e sua tropa de vereadores sanguessugas, aprovaram em primeira votação, POR UNANIMIDADE, o fim da isenção sobre o 'Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN)' para empresas com faturamento até R$ 360 mil. A votação final está prevista para Quarta-feira 20/9.

Rangel e sua trupe esperam arrancar mais R$ 18 milhões de reais para quê?

Para, a exemplo de Temer e sua quadrilha em Brasília, manter os muitos cargos em comissão, as gastanças com publicidade direta e indireta, e as muitas enganações travestidas de 'benefícios para o povo de PG'.

O testa de ferro da prefeitura disse ao G1, que se trata de 'uma adequação às novas regras impostas pelo governo federal'.

Ainda ao G1, Luciano Kobellache, da Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Ponta Grossa (Acipg), disse que a mudança vai prejudicar os empresários da cidade. "Existem outras medidas que não sejam simplesmente aumentar imposto. Essa notícia, para o ambiente empresarial, vem com total desagrado".

Resumindo: quando se trata de arrancar mais dinheiro por meio de impostos e prejudicar empresas, geradores de empregos e o povo de maneira geral, em plena crise devastadora pela qual passa o Brasil, tal como fazem em Brasília, em PG, prefeito de vereadores se unem. Não tem oposição nem situação, é tudo a mesma trupe.

(Emerson Roddrigues, editor geral, para os blogs dos Campos Gerais)





ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.



PF DO PMDB

MUNDO: AO VIVO

Sugeridos

© Todos os direitos reservados

contato@folhacentrosul.com.br

X