FCS Brasil
Notícias [+] Lidas
03/02/2018   

'Discurso de ódio': Merkel se dá mal e vai ter que rever lei ridícula na Alemanha>>>

Seguindo a tendência do populismo mundial, que compõe nova forma de autoritarismo que claramente, usa o poder do Estado (QUE VIROU O DEUS NA TERRA), aparelhado, para dividir o povo com as besteiras de minorias isso e aquilo, bem como essas besteiras que "discurso de ódio isso e aquilo".

Todos que tem um cérebro já sacaram isso. Imagina um Estado corrupto dizendo o que é "ódio e o que é paz?" - Pior, imagina um Estado corrupto com poder de reprimir, prender e foder com a vida das pessoas por comentários nas redes sociais, muitas vezes irônico?

ALÉM DAS CONSTITUIÇÕES DOS PAÍSES, CÓDIGOS CÍVEL E PENAL, já existem leis que disciplinam infâmia, calúnia, ofensa a honra etc etc e o que é má-fé e boa-fé.

Ao fazer tais leis ridículas (juntos dos corruptos vendidos dos parlamentos) e aplicar as leis (juntos dos corruptos do judiciário) os governos se metem a besta e se ferram diante da maioria da opinião pública/eleitores.

REVEJAM E COMPARTILHEM>>>

Com efeito, todos sabemos que o tal do "discurso de ódio" alegado por governos autoritários, travestidos de 'governos do povo', só é permitido para os que são dos partidos do governo e os que criticam essas besteiras, com ironia muitas vezes, se tornam inimigos do Estado, e logo, inimigos caçados pelos 'moralistas' governistas 'defensores da falsa não-violência'.

Esse, o mundo em que vivemos. Onde, atualmente, tudo é preconceito, ódio, bullying.

Merkel, se deu mal com isso na Alemanha e, em efeito dominó, isso já é um tapa na cara dos politicopatas pelo mundo. O povo do mundo todo quer MENOS ESTADO, E QUE O ESTADO NÃO SE META NA VIDA PRIVADA, INDIVIDUAL DAS PESSOAS, SOBRETUDO, QUE O ESTADO VÁ CAGAR NO MATO QUANDO QUER SE METER A BESTA CHEGANDO AO CÚMULO DO RIDÍCULO AO QUERER DIZER O QUE É CERTO E ERRADO, BOM E MAU, BEM E MAL, e ainda por cima julgar de pronto as pessoas. #ForaPoliticopatasDoEstadoAbsolutista  - (Texto de Emerson Rodrigues, editor responsável pelo FCS Brasil para os bogues da mídia livre no Brasil e no Exterior). 

A REUTERS REPORTA ESSA SITUAÇÃO NA ALEMANHA:

BERLIM (Reuters) - A chanceler alemã, Angela Merkel, anunciou neste sábado que estava preparada para considerar mudanças na nova lei amplamente criticada que visa livrar a mídia social do discurso de ódio.

A legislação, que entrou em vigor em 1º de janeiro, pode impor multas de até 50 milhões de euros (60,1 milhões de dólares) a sites que não conseguem remover prontamente o discurso de ódio, suscitando preocupações de que Twitter, Facebook e outras plataformas sociais possam bloquear mais conteúdo do que o necessário.

“É claro que agora estamos analisando as consequências que esta lei tem e definitivamente vamos avaliar também”, disse Merkel em seu podcast de vídeo semanal.

“Pode ser precise fazer alterações, mas a abordagem básica que precisamos de regras é absolutamente certa e necessária”, disse ela, sem dar mais detalhes.

A Alemanha tem algumas das leis mais pesadas do mundo que abrangem difamação, incitamento público a cometer crimes e ameaças de violência, sentenças de prisão por negação do Holocausto ou incitação ao ódio contra as minorias. (Com informações de Reuters)

 





ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.



NAVE CHEGA AO 'OUTRO MUNDO'

SÉRIE SOBRE EUA

Sugeridos

© Todos os direitos reservados

X