FCS Brasil
Notícias [+] Lidas
22/11/2017   

Itaipu quebra recorde de produção e povo se quebra com conta de luz mais cara

E dá-lhe bandeira vermelha no povo que não reage>>>

SETOR ENERGÉTICO - A usina de Itaipu Binacional atinge 2,5 bilhões de megawatts-hora (MWh) de energia acumulada na próxima terça-feira (21) desde que a hidrelétrica entrou em operação, em maio de 1984. Para comemorar esse feito histórico da usina que mais gera eletricidade no planeta, será realizado um evento protocolar.

A solenidade ocorrera para as 15h de quarta-feira (22), no hall do Edifício da Produção de Itaipu. A cerimônia deve contar com a participação do ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, e do presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Júnior – além de autoridades brasileiras e paraguaias e da diretoria de Itaipu.

Com mais essa marca, a usina brasileiro-paraguaia, localizada na fronteira entre os dois países, reafirma seu papel estratégico para atender os mercados do Brasil e do Paraguai. Em 2016, a gigante de concreto e aço rompeu a marca inédita de 100 milhões de MWh e fechou o ano com o recorde mundial de 103 milhões de MWh. Essa produção abasteceu 16% do consumo do Brasil e 76% do Paraguai.

Se fosse possível armazenar toda a produção acumulada de Itaipu, os 2,5 bilhões de MWh seriam suficientes para abastecer o mundo inteiro por 40 dias; a Europa por 6 meses e 12 dias; a Alemanha por 4 anos e 5 meses; a França por 5 anos e 5 meses; os Estados Unidos por 7 meses; e a China por 5 meses e 20 dias. Esses números mostram, também, quais são os países que mais consomem eletricidade, hoje. A China ultrapassou os Estados Unidos, que por sua vez consome, sozinho, quase o total de toda a Europa.





ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.



LULA SALAFRÁRIO

A MALA DO TEMER

Sugeridos

© Todos os direitos reservados

X