FCS Brasil
Notícias [+] Lidas
24/07/2017   

Mais de R$ 6,6 milhões gastos com vigilância armada e telemarketing

O povo paga.

REVEJA, TAMBÉM: Farra com dinheiro do povo: R$ 2 milhões com aluguel de carros e coquetéis

***A Câmara dos Deputados pode estar de recesso, mas as votações acaloradas que esperam os deputados na volta ao trabalho ganharam reforço de segurança. A Casa empenhou R$ 5,3 milhões para a prestação de serviços na área de vigilância armada e desarmada. O valor se divide de duas formas.

Do total, R$ 3,9 milhões foram empenhados para que os serviços fossem realizados de maneiras geral em áreas internas e externas da Câmara e em blocos de apartamentos funcionais. O restante, R$ 1,3 milhão, será destinado à segurança de portaria, portas, carga e descarga, complexo avançado e canteiro de obras e estacionamento da Casa.

No Senado

O Senado Federal, por sua vez, reservou R$ 1,3 milhão para cinco meses de serviços de teleatendimento. De acordo com o edital de licitação do gasto, a empresa C & P Soluções em Telemarketing foi contratada para prestação de serviços na área de operação do Serviço de Relacionamento Público Alô Senado (contact center) da Ouvidoria do Senado Federal (CORCID) e outras atividades correlatas.

A contratação tem o objetivo de realizar o processo de atendimento multimídia ao cidadão por meio do Serviço de Relacionamento Público Alô Senado, utilizado pela Ouvidoria do Senado Federal na execução de suas atividades-fins, provendo o desenvolvimento de todo o processo de atendimento, registro, tratamento e encaminhamento das manifestações recebidas pelo Senado Federal.

Ao todo são 40 atendentes de telecomunicações para analisar as demandas dos cidadãos, com base em conhecimentos adquiridos no plano de capacitação e consultas à base de conhecimento e aos bancos de dados disponíveis. Os contratados também são responsáveis por elaborar as correspondências em resposta às demandas dos usuários e recepcionar, analisar detalhadamente e distribuir as respostas referentes aos atendimentos registrados, com base em conhecimento adquirido no plano de capacitação, consultas de manuais normativos e operacionais, banco de soluções, experiência de atendimento e interação com equipes do Senado Federal.

O contrato ainda prevê quatro encarregados de turma para gerenciar o desempenho e a qualidade dos trabalhos executados pela equipe de atendimento, três supervisores para identificar os níveis de qualidade do Serviço de Relacionamento Público Alô Senado definidos e contratados pelo Senado Federal e um encarregado geral para organizar e documentar o processo de atendimento ao cidadão, desde o envio das mensagens, passando pelo seu processamento na Central e distribuição às áreas resolvedoras do Senado, até a resposta ao cidadão. ***(Com informações do Contas Abertas)





ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.



Sugeridos

© Todos os direitos reservados

X