Dilma vai a inauguração de porto em Cuba, construído com o dinheiro do povo brasileiro
Folha Centro Sul
26/01/2014   

Dilma vai a inauguração de porto em Cuba, construído com o dinheiro do povo brasileiro

Se você ainda não curtiu, curta o FCS Brasil no Facebook:

Povo Brasileiro paga porto cubano.

Antes de tudo, nos indagamos: e o povo brasileiro? Não precisa de investimentos na saúde nas estradas, na geração de emprego com salário decente? Na segurança? Na educação? E em diversos outros setores?

Leia: Dilma viaja a Cuba e deve encontrar com Raúl Castro

Leia: Dilma inaugura Porto de Mariel, em Cuba, nesta segunda-feira (27)

Mais sobre o porto Cubano

Além de participar junto aos outros chefes de Estado que formam a Celac (Comunidade de Estados Latino-americanos e Caribenhos) do segundo encontro do bloco, a presidente Dilma Rousseff aproveita a visita a Cuba para inaugurar ao lado do líder cubano, Raúl Castro, a primeira parte da obra do Porto de Mariel, uma obra financiada com recursos, provindos de impostos pagos pelo povo do Brasil.

A presidente terá nesta segunda-feira uma reunião de trabalho com Raúl e irá permanecer em Havana até terça-feira (27/01) para participar da cúpula. A ampliação do porto cubano de Mariel, localizado 45 quilômetros a oeste de Havana, é considerada uma obra emblemática da "colaboração entre Cuba e Brasil".

Resta saber no que esta obra irá colaborar para a melhoria de vida do povo Brasileiro

O projeto, iniciado em 2010, é executado pela construtora brasileira Odebrecht e conta com um financiamento de US$ 682 milhões do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), sendo dele a maior parte do investimento total previsto, de US$ 957 milhões.

A tal da Odebrecht, é a mesma que rescindiu contratos nas obras da Transposição do São Fancisco e da Construção d Transbrasiliana, obras estas, que já consumiram mais de R$ 16 Bilhões desde 2008, quando do primeiro mandado do ex-presidente Lula. 

REVEJA: Ferrovia transnordestina e Transposição do Rio São Francisco já consumiram 16 bilhões

Fonte: OperaMundi

 

 

 

 





RECOMENDAMOS:

Princípio da Descrença

O princípio da descrença é a proposição fundamental da Conscienciologia na qual o pesquisador ou pesquisadora não deve aceitar nenhuma ideia de maneira apriorista, dogmática, mística, sem reflexão e sem submetê-la a uma análise crítica, desapaixonada e racional. Através do princípio da descrença a pessoa substitui a crença pelo conhecimento advindo da racionalidade e da experiência pessoal. O princípio da descrença representa um desafio prático para todos nós e pode ser postulado pela frase:


Não acredite em nada, nem mesmo

no que lhe informarem aqui.

EXPERIMENTE.

Tenha suas experiências pessoais.





Mídia Livre E Diferente!

×

© Todos os direitos reservados

contato@folhacentrosul.com.br