Neve cai no no egito surpreende o mundo!?
Biba’s Lanches
Av. Ernesto Vilela,
621 - Nova Rússia
(42) 3027-7247
R. Santos Dumont,
599 - Centro
(42) 3224-7247
R. Cel. Catão
Monclaro - Centro
(42) 3222-7292
Folha Centro Sul
16/12/2013   

Neve cai no no egito surpreende o mundo!?

Se você ainda não curtiu, curta o FCS Brasil no Facebook:

E-farsas detona mais um viral da internet.

Fotos mostram pirâmides e Esfinge cobertas por neve e alertam para estranho fenômeno que não ocorre na região há pelo menos 100 anos. Será verdade?

Leia: Neve caiu sim, mas não nas pirâmides ou na esfinge

Leia: Nevasca atinge o Cairo, no Egito, pela primeira vez em 100 anos

Entenda - As imagens apareceram na web no dia 14 de dezembro de 2013 em inúmeros blogs e amplamente espalhadas pelas sociais. Nelas podemos ver algumas pirâmides cobertas de neve, além da Esfinge Gizé (igualmente esbranquiçada devido à presença de neve).

O texto que acompanha as fotos afirma que na última sexta-feira (dia 13 de dezembro de 2013) teria ocorrido uma forte nevasca que alcançou várias cidades do norte do Egito, incluindo a capital, Cairo, “cobrindo todo o país de branco”.

A notícia também alerta para uma questão que preocupa muitos ambientalistas: Esse fenômeno tão atípico seria o resultado das mudanças climáticas que podem estar ocorrendo no planeta?

Dá uma olhada nas imagens abaixo e descubra se isso é verdadeiro ou falso:

Imagens mostram neve cobrindo pirâmides e Esfinge no Egito! Verdadeiras ou falsas? (foto: Reprodução/Facebook)

Imagens mostram neve cobrindo pirâmides e Esfinge no Egito! Verdadeiras ou falsas? (foto: Reprodução/Facebook) 

Verdade ou farsa?

As fotos são reais, mas não foram tiradas no Egito!

De fato, no dia 13 de dezembro de 2013, uma rara nevasca atingiu algumas cidades do norte do Egito (Cairo, a capital, inclusive). Porém, ao contrário do que muitos estão afirmando na internet, a neve não chegou à região desértica onde se encontram as pirâmides de Gizé.

A informação que andou sendo espalhada de que o fenômeno seria raro naquele país e que teria acontecido pela última vez há mais de 100 anos foi desmentida pela agência de meteorologia egípcia.

Neve nas pirâmides

Uma analise rápida nas imagens e podemos notar alguns detalhes que podem denunciar possível fraude nas fotografias:

egito_neve_detalhe2

Note que alguns “turistas” não estão na posição correta. Alguns parecem fincados no chão, como se fossem bonecos! (foto: Montagem do E-farsas sobre reprodução/Facebook)

 

 

egito_neve_detalhe

A partir dessas indagações, podemos chegar à conclusão de que trata-se de um modelo em escala, de uma maquete e que as fotos não foram tiradas no Egito.

Com a ajuda dos amigos @Potêusso e @Ceticismo, através do nosso perfil no Twitter, descobrimos que as fotografias que ilustram a notícia são, na verdade, de um parque temático japonês chamado Tobu World Square. O parque possui em suas atrações miniaturas de vários monumentos de diversas partes do mundo como, por exemplo, a Torre Eiffel e as pirâmides de Gizé.

egito_neve3

egito_neve2

(Fotos: Reprodução/Internet)

Nesse blog podemos ver outras miniaturas de construções famosas exibidas no Tobu World Square.

Atualização (15/12/2013)

Poucos minutos após a publicação desse artigo, muitos leitores do E-farsas questionaram a respeito de outra imagem que circula junto com as analisadas por nós (mais especificamente, a primeira mostrada lá no início dessa página).

Gostaríamos de acrescentar, então, que essa foto que mostra as pirâmides cobertas de gelo foi alterada digitalmente! A original é essa:

(foto: Reprodução/Internet - Não sabemos quem é o autor da imagem. Quem souber, nos avise nos comentários)

(foto: Reprodução/Internet – Não sabemos quem é o autor da imagem. Quem souber, nos avise nos comentários)

 

Conclusão

As fotos são reais, mas foram tiradas em um parque no Japão! Houve ocorrência de neve no Egito, mas a nevasca não atingiu as pirâmides ou a Esfinge de Gizé!


Fonte? Site E-farsas


RECOMENDAMOS:

Princípio da Descrença

O princípio da descrença é a proposição fundamental da Conscienciologia na qual o pesquisador ou pesquisadora não deve aceitar nenhuma ideia de maneira apriorista, dogmática, mística, sem reflexão e sem submetê-la a uma análise crítica, desapaixonada e racional. Através do princípio da descrença a pessoa substitui a crença pelo conhecimento advindo da racionalidade e da experiência pessoal. O princípio da descrença representa um desafio prático para todos nós e pode ser postulado pela frase:


Não acredite em nada, nem mesmo

no que lhe informarem aqui.

EXPERIMENTE.

Tenha suas experiências pessoais.





Brasil, País De Ladrões!

×

© Todos os direitos reservados

contato@folhacentrosul.com.br