FCS Brasil
Notícias [+] Lidas
29/04/2015   

Governo Richa usa até helicóptero para jogar bomba em professores e projeto é aprovado à força

Vergonha!

O que aconteceu no Paraná neste 29/04/2015 é a mais pura falta de inteligência de um sujeito que demonstrou total despreparo e que se apelida de Governador.

Leia também: Após aprovação de mudanças na previdência, greves continuam no Paraná

Com isso, Beto Richa arrebenta o PSDB no estado e se mata como político levando consigo os seus 31 puxa-sacos.

REVEJA: Operação de guerra para conter professores em Curitiba

Segundo a Gazeta do Povo, 213 pessoas ficaram feridas na manifestação. Destas, 150 foram atendidas em 12 ambulâncias. Outros 63 feridos foram encaminhados para Unidades de Pronto Atendimento, o Hospital Cajuru recebeu 36 pacientes, e o Hospital do Trabalhador recebeu outros 7 feridos.Segundo o governo do estado, 40 manifestantes ficaram feridos e outros 20 policiais

Beto Richa parte para o ataque

Logo após, Beto Richa partiu para o ataque novamente, e em sua defesa disse que tudo isso é culpa do PT e dos seus militantes da APP-Sindicato e da CUT que, com supostos Black Blocs atacaram os policiais que revidaram.  Richa, porém, não falou sobre o descumprimento de uma Ordem Judicial que permitia a entrada dos professores na ALEP e que não foi cumprida por Traiano, seu amigo íntimo e subalterno na Assembleia. E muito menos, não falou sobre o fato da arrecadação deste ano que com as novas taxas já garantiria o funcionamento normal do Estado.

E após todos feridos e toda a trágica situação que o governo do estado criou, desnecessariamente, demonstrando total inabilidade política e até falta de inteligência, além da incompetência administrativa evidente, o projeto 252/2015 foi aprovado em todas as votações.

DEPUTADOS QUE VOTARAM A FAVOR DO PROJETO

Alexandre Curi (PMDB)

Alexandre Guimarães (PSC)

André Bueno (PDT)

Artagão Jr. (PMDB)

Bernardo Ribas Carli (PSDB)

Claudia Pereira (PSC)

Cobra Repórter (PSC)

Cristina Silvestri (PPS)

Dr. Batista (PMN)

Elio Rusch (DEM)

Evandro Jr. (PSDB)

Felipe Francischini (SD)

Fernando Scanavaca (PDT)

Francisco Bührer (PSDB)

Guto Silva (PSC)

Hussein Bakri (PSC)

Jonas Guimarães (PMDB)

Luiz Carlos Martins (PSD)

Luiz Claudio Romanelli (PMDB)

Marcio Nunes (PSC)

Maria Victoria (PP)

Mauro Moraes (PSDB)

Missionário Ricardo Arruda (PSC)

Nelson Justus (DEM)

Paulo Litro (PSDB)

Pedro Lupion (DEM)

Plauto Miró (DEM)

Schiavinato (PP)

Tiago Amaral (PSB)

Tião Medeiros (PTB)

Wilmar Reichembach (PSC).

DEPUTADOS QUE VOTARAM CONTRA O PROJETO

Adelino Ribeiro (PSL)

Ademir Bier (PMDB)

Anibelli Neto (PMDB)

Chico Brasileiro (PSD)

Evandro Araújo (PSC)

Gilberto Ribeiro (PSB)

Gilson de Souza (PSC)

Marcio Pacheco (PPL)

Marcio Pauliki (PDT)

Nelson Luersen (PDT)

Nereu Moura (PMDB)

Ney Leprevost (PSD)

Palozi (PSC)

Pastor Edson Praczyk (PRB)

Péricles de Mello (PT)

Professor Lemos (PT)

Rasca Rodrigues (PV)

Requião Filho (PMDB)

Tadeu Veneri (PT)

Tercílio Turini (PPS).

NÃO VOTARAM

Cantora Mara Lima (PSDB) e Paranhos (PSC).

*Como presidente, Ademar Traiano (PSDB) só vota em caso de empate.

===

VÍDEO





ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.



DEBATE: ELITES

SOJA COM BOSTA

Sugeridos

© Todos os direitos reservados

X