FCS Brasil
Notícias [+] Lidas
18/03/2014   

'Novos reis do cangaço' tocam o terror e assaltam mais de 150 bancos pelo Brasil

O bicho está pegando...

Os Estados do Nordeste vão se unir para intensificar as ações de combate aos recentes ataques a bancos e caixas eletrônicos na região. A estratégia é atuar nas divisas dificultando a migração do grupo pelos Estados e cobrar dos bancos mais ações de segurança.

Mais policiais também devem atuar nos dias de abastecimento das agências e caixas. Segundo levantamento feito, em 2014, foram 155 casos registrados em sete dos noves Estados da região até a metade de março.

Na Bahia ocorreram 46 casos, segundo contabilidade do Sindicato dos Bancários. Na Paraíba, foram 31 ocorrências, Alagoas vem em seguida, com 25, enquantoMaranhão (21 casos) e Ceará (14) fecham a lista dos mais atacados.Pernambuco, com seis casos, ePiauí, com outros três, tiveram menor número de ataques.

O UOL não conseguiu dados de Sergipe e Rio Grande do Norte, onde pelo menos nove ocorrências foram registradas, segundo consulta da reportagem a portais de notícias locais.

Os assaltos a banco, com a entrada do bando na agência aberta e com funcionários e clientes rendidos, apavoraram o Nordeste entre os anos 1980 e 2000, mas perderam espaço com a desarticulação de quadrilhas. 

VÍDEO DE ARQUIVO

Nos últimos anos, o crime contra instituições financeiras migrou para a arrombamentos e explosões de caixas eletrônicos.  Antes, crimes como ataques a carros forte eram os mais comuns.

Nos últimos dias, os ataques a caixas eletrônicos, com explosões, se tornaram comuns, especialmente em pequenas cidades. Em Macaúbas (453 km de Salvador), os assaltantes chegaram a cortar a energia da região central da cidade para explodir os equipamentos do Banco do Brasil.

Os ataques dos assaltantes são sempre idênticos: eles cercam as delegacias e companhias da Polícia Militar das pequenas cidades, vão ao banco e, após o roubo, fogem efetuando disparos, deixando um rastro de medo entre os moradores.

A tática de ataques já ficou conhecida no Nordeste como "novo cangaço", em referência ao bando do cangaceiro Lampião, que atuou durante o início do século 20.

Aumento de casos

Os dados apontam para um crescimento de ocorrências nos últimos meses.

Nesta quarta-feira (19), o presidente do Conselho de Segurança Pública do Nordeste e secretário de Defesa Social de Alagoas, Eduardo Tavares, vai receber representantes dos banqueiros e bancários, em Maceió, para cobrar mais investimentos e ações no combate a esta prática por parte das empresas. Fonte: UOL

NO PARANÁ TAMBÉM TEM

NO MATO GROSSO TAMBÉM





ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.



PRESIDENCIÁVEIS

CHINA CORRUPTA

Sugeridos

© Todos os direitos reservados

X