FCS Brasil
Notícias [+] Lidas
03/06/2018   

Brasil precisa urgentemente de reforma política e reforma tributária profundas. Mas, quem fará isso?

Isso, está mais claro que a luz do dia.

Urgentemente.

Mas quem fará isso? A cambada de ladrões que foram pegos na Lava Jato e tem até apelidos jocosos nas listas das propinas da Odebrecht e da Friboi?

Parte da massa ignorante com protestos comandados por aproveitadores petistas e pretensos candidatos como foi o caso da greve suicida dos caminhoneiros, QUE VIRAM, SEM REAÇÃO, SEU MOVIMENTO SENDO ROUBADO PELA ESQUERDA?

Ou a Nação Unida, onde a maioria consciente caminhe para o mesmo rumo: reformas política e tributária?

Problema é  completo, exige esforço de vários setores. Ou seja, isso levará tempo e, na falta de uma maioria realmente consciente, pensante, realista, a coisa sempre acaba por se decidida entre poucos, partidos, entidades, congresso. Então, quem formará o próximo Congresso Nacional?

E é aí que a crise de representatividade que já é gritante deve se agravar e levar a mais conflitos, cada vez mais caóticos, mais prejudiciais a todos, sobretudo, com a participação de aproveitadores e falsários que se infiltram nos protestos.


Uma reforma política ampla, verdadeira, que vise prioritariamente o FIM DO FORO PRIVILEGIADO, da Imunidade Parlamentar, bem como a redução dos super-salários, corte de cotão, cartão rouborativo, corte de todos os pribvilégios, de todas as marajíces enfim.

A manutenção da prisão após segunda instância, o fortalecimento da prisão temporária, delações e acordos de leniência transparentes.

Depois, a redução do número de partidos, bem como o direito de qualquer cidadão ser candidado sem partido se assim o desejar.

Também, o fim do voto obrigatório. Democracia e voto obrigatório não combinam.

E, além da reforma política ampla, uma reforma tributária autêntica, reduzindo impostos dos setores que podem realmente produzir mais empregos, renda e fazer o Brasil caminhar.

E claro, isso, reforma política e tributária devem ser acompanhadas de uma redução do Estado, do enxugamento da máquina pública, da profissionalização da máquina pública, afim de evitar o loteamento do Estado aos 35 partidos.

Mas, quem é que vai fazer isso?

Os políticos que batem no peito e dizem que vão fazer isso e aquilo, NÃO FARÃO NADA.

Projetos realizáveis, sem enrolações, compromisso assumido e não promessas de ano eleitoral, olho no olho, é isso que povo quer.

AS ELEIÇÕES DE 7 DE OUTUBRO (MESMO COM URNAS DA SMARTMATIC) SÃO INEVITÁVEIS

Se Geleia Maia e os quase 300 do Centrão não deram o golpe do parlamentarismo, as eleições em outubro, serão realizadas normalmente.

Por isso, fiquemos muitos ligados nessas inevitáveis eleições em 7 de outubro: condenados, réus, independente do processo, investigados, sujeito que recebeu doação da, Odebrech,OAS, Camargo Corrêa, Andrade Gutierrez, Queiroz Galvão, UTC Engenharia, Engevix, ESA Óleo e Gás,Toyo Setal, Mendes Júnior, Galvão Engenharia, Skanska, Promon Engenharia, NÃO VOTEM NELES!

(Post de Emerson Rodrigues, blogueiro, editor geral do FCSBR, aos blogues da mídia livre no Brasil e no Exterior [email protected]) (Com foto de Pedro França-Agência Senado)


REVEJA>>>





ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.



DEBATE: ELITES

SOJA COM BOSTA

Sugeridos

© Todos os direitos reservados

X