FCS Brasil
Notícias [+] Lidas
08/05/2018   

Moro, PF e MPF derrubam outro esquema de R$ 200 milhões entre PMDB e PT

Ao que parece, a Lava Jato terá trabalho por uns 10 anos no Brasil. É muito roubo descarado realizado 24 horas por dia.

Agora, com a delação de Palocci, as novas informações repassadas pela Odebrecht, Moro, PF e MPF derrubam mais um esquema diabólico de lavagem de dinheiro e propina envolvendo os líderes de todos os partidos metidos na roubalheira: PMDB e PT.

São R$ 200 milhões.

A 51ª fase da Lava Jato, apelidada de Déjà Vu, prendeu 6 operadores dos 2 partidos, funcionários e ex-funcionários da Petrobras, até o momento. Também foi decretado o bloqueio de R$ 90 milhões.

Tem vagabundo sendo procurado no Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo e até em Portugal.

Nomes dos marginais:

  • Mario Ildeu de Miranda (ex-executivo da Petrobras, de 1975 a 2003, e operador): prisão preventiva
  • Ulisses Sobral Calile (ex-executivo da Petrobras, com atuação na área Internacional: prisão preventiva
  • Aluísio Teles Ferreira Filho (engenheiro, ex-gerente-geral da área Internacional de Petrobras): prisão preventiva
  • Rodrigo Zambrotti Pinaud (ex-executivo da Petrobras contratado para auxiliar no processo de licitação para contratação de serviços de Segurança, Meio Ambiente e Saúde (SMS)): prisão preventiva
  • Sérgio Boccaleti (ex-funcionário da Petrobras, investigdo como operador): prisão temporária
  • Ângelo Tadeu Lauria (operador): prisão temporária (Com G1)

 





ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.



DEBATE NA BAND

SOJA COM BOSTA

Sugeridos

© Todos os direitos reservados

X