FCS Brasil
Notícias [+] Lidas
05/02/2018   

TSE enrolou e apenas 5% das urnas terão voto impresso nas eleições de 2018

ATUALIZADO EM 19-4-2018 - 18:20

Vídeo do Senado, reitera que apenas 5% das urnas, e em locais distantes pelos rincões do Brasil terão o voto impresso. Ou seja, tudo na mesma.

O TSE fala que as urnas são invioláveis. Baléla pura.

Já começa pelo TSE contratar empresa SmartMatic, que já é réu com o Toffoli e outros por fraudes licitatórias em 2014.

DEPOIS, VEJA A QUANTIDADE DE FALHAS E MUTRETAS NAS URNAS EM ELEIÇÕES ANTERIORES:


E NÃO SE ESQUEÇA DESSE TREMENDO DETALHE>>>



STF AINDA NÃO SE DECIDIU SOBRE PEDIDO DA PGR SOBRE DERRUBAR A OBRIGATORIEDADE DO VOTO IMPRESSO NAS ELEIÇÕES DE 2018>>>

REVEJA>>>  PGR , TSE e STF se articulam para derrubar o voto impresso nas eleições de 2018


A PGR, Raquel Dodge, pediu e Cármen Lúcia ou o plenário devem decidir nos próximos dias se derrubam a obrigatoridade do voto impresso ou não, nas eleições de 2018.

É importante destacar que essa mutreta do voto impresso (QUE CUSTARÁ R$ 1,8 BILHÃO AO POVO) vai contemplar apenas 5% (30 mil urnas) das (600 mil) espalhadas por todo o território nacional, QUE SERÃO SUPERVISIONADAS PELA SMARTMATIC, EMPRESA RÉ JUNTO DE DIAS TOFFOLI POR FRAUDE NAS LICITAÇÕES DAS ELEIÇÕES DE 2014, e que no Brasil, atualmente, tem venezuelanos e um portuga como representantes.

VEJA SÓ>>> Venezuelanos supervisionam urnas eletrônicas no Brasil

Tudo armado para Lula se escapulir, ser candidato ou transferir votos para outro da esquerda que, com as urnas venezuelanas, sem voto impresso, poderá vencer facilmente, como dantes.

OUTRA MUTRETA NO PARAÍSO DAS MUTRETAS

Renan Ramalho/G1 - A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, apresentou nesta segunda-feira (5) ao Supremo Tribunal Federal (STF) uma ação para derrubar a obrigatoriedade de impressão dos votos pela urna eletrônica.

A ação inclui um pedido de decisão liminar (provisória) para impedir a implantação da tecnologia já nas eleições deste ano. O processo foi encaminhado por sorteio para o ministro Luiz Fux, que poderá conceder a liminar de forma individual e mais rápida.

Fux JÁ ASSUMIUa presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que organiza as eleições.

A Corte já iniciou licitação para compra de impressoras, ao custo de R$ 1,8 bilhão.

Estudos da própria Corte concluíram que neste primeiro ano de implantação, seria possível contemplar com os equipamentos apenas 30 mil urnas eletrônicas, cerca de 5% do total de 600 mil previstas. (As informações são do Renan Ramalho-G1-DF)

E O POVO?

Pulando carnaval, se matando por pernas de pau nos estádios, assistindo as mutretas do STF e do TSE, viajando na maionese achando que vai eleger um novo besta nas urnas venezuelanas fraudadas.


 





ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.



PRESIDENCIÁVEIS

CHINA CORRUPTA

Sugeridos

© Todos os direitos reservados

X