FCS Brasil
Notícias [+] Lidas
30/11/2017   

Temer muda Lei Rouanet pra facilitar para os 'boas vidas'

Com a alegação de tornar 'menos burocrática', a Lei Rouanet que ja era uma festa para os pseudo-artistas brasileiros rouaneteiros, agora se torna uma moleza só. E o que vai ter de empresa 'doando para projetos culturais', especialmente em 2018, numa lavagem de dinheiro nunca antes vista na face da Terra.

Na verdade é tudo um pacote só: compra de votos pelas reformas e contra denúncias e ao mesmo tempo angariando apoio entre os esquerdistas mais radicais visando 2018. E advinha quem está orientando Temer nessas jogadas políticas? Ele mesmo, coroné Sarney.

 E MAIS>>>  Temer apoia super-aposentadoria a políticos e que sindicatos cobrem taxas abusivas

PENSANDO NAS ELEIÇÕES DE 2018

[...] A partir de agora, as empresas não vão mais precisar comprovar atuação na área cultural ligada ao projeto que querem financiar.

Com a alteração, o MinC subiu o valor máximo de incentivo fical. Para pessoas físicas e microempreendedores, o teto aumenta de R$ 700 mil para R$ 1,5 milhão. Para empresários individuais, de R$ 5 milhões para R$ 7,5 milhões. E finalmente para grandes empresas, de R$ 40 milhões para R$ 60 milhões.

Além disso, com a alteração projetos que com orçamento maior do que R$ 3 milhões devem apresentar estudo de impacto econônimo.

Sá Leitão também falou o fato de 80% dos projetos aprovados pela Lei Rouanet serem da região sudeste, principalmente São Paulo e Rio. "Há um volume total de recursos que podem ser geridos simultaneamente e, no casos de projetos, de empresas das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, o limite é maior do que nas demais regiões", disse o ministro[...]  (COM INFOS DE G1)





ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.



LULA SALAFRÁRIO

A MALA DO TEMER

Sugeridos

© Todos os direitos reservados

X