FCS Brasil
Notícias [+] Lidas
18/05/2017   

Friboi delata mais: Lula e Dilma dividiam conta-corrente de propina na Suíça

Lula e Dilma tinham uma conta-corrente na Suíça que era alimentada por dinheiro roubado do povo brasileiro, através das carnes podres. O dinheiro, mais de R$ 300 milhões era depositado por Joesley Batista, um dos donos da Friboi que também dedurou Temer.

ÉPOCA -  A JBS depositou cerca de R$ 300 milhões em propina devida ao PT numa conta secreta controlada por Joesley Batista na Suíça, cuja empresa de fachada, titular oficial da conta, era sediada no Panamá. O saldo dessa conta de propina era gerado aos poucos, em razão de vantagens ilegais obtidas pela JBS junto ao BNDES, sempre na gestão do PT – especialmente nos anos em que Luciano Coutinho presidia o banco. Era uma conta-corrente de propina dividida, nas planilhas da JBS, entre os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff. As informações foram encaminhadas por Joesley à Procuradoria-Geral da República.

Segundo disse Joesley, o dinheiro era sacado, no Brasil, em nome de Lula e por ordem de Lula, às vezes por meio de Guido Mantega – e também em campanhas do PT em 2010 e 2014. Os recursos eram entregues em espécie, depositados em contas de laranjas indicados pelo partido e pelo ex-presidente e, também, transferidos oficialmente para contas oficiais de campanhas. Parte expressiva desse bolo foi usada para comprar o apoio de partidos pequenos na campanha de Dilma em 2014.

 É A FAXINA GERAL DA LAVA JATO!

===

VEJA MAIS>>>

Áudio de Temer com o Friboi revela abuso de poder e safadeza sem limites





ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.



LADRÕES CÍNICOS

BUKOWSKI

Sugeridos

© Todos os direitos reservados

X