FCS Brasil
Notícias [+] Lidas
28/10/2016   

Marajíces sem fim fazem dívida Pública atingir R$ 4,3 trilhões. R$ 418 bilhões foram só para o juros

Situação complicadíssima>>>

Todos sabem que enquanto o Brasil não tiver um governo de verdade, que não faça acordos com comunistas e traidores, que realmente corte os milhares de cargos de comissão e confiança ao invés de apenas trocar de militantes nos cargos como fazem atualmente, que corte super-salários, marajíces e mordomias que hoje consomem 73% do PIB, NADA MUDARÁ E O BRASIL SEMPRE SERÁ UMA REPUBLIQUINHA QUALQUER.

O Contas Abertas alerta para essa gravíssima situação:

***Nos últimos 12 meses (setembro/2015 até agosto/2016), R$ 418 bilhões foram desembolsados com “juros e encargos da dívida”.

O montante é semelhante ao que o governo federal gastou nos últimos 15 anos para o principal programa social, o Bolsa Família.

A dívida bruta em agosto atingiu R$ 4,3 trilhões.

Mesmo se for descontada a correção monetária, trata-se de uma das maiores despesas públicas. A cada ponto de aumento na Selic o gasto cresce R$ 25 bilhões anualizados.

Mesmo que se desconte do cálculo a correção monetária, o número permanece elevadíssimo. De acordo com dados do Ministério do Banco Central, a dívida bruta, em relação ao PIB, passou de 51,7% em 2013 para 72,5% em 2016.

Para o secretário-geral do Contas Abertas, Gil Castello Branco, o crescimento mostra as dificuldades do país para equilibrar as contas públicas.

“Com isso, as agências de risco rebaixaram o Brasil, as taxas de juros subiram, os investimentos minguaram, trazendo como consequências a recessão e o desemprego”, explica. ***(Com O Contas Abertas)

===

E A COISA TENDE A PIORAR>>>





ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores, os quais poderão responder judicialmente e não representam a opinião deste site. Se achar algo ofensivo, marque quem comentou e denuncie.



CAIXA-PRETA DO BNDES

PLINBOI

Sugeridos

© Todos os direitos reservados

[email protected]

X