Publicidade
Loading ...
23/11/2016

Ministério Público pede a prisão do jogador Neymar por corrupção e fraude na Espanha

O Ministério Público da Espanha pediu dois anos de prisão para Neymar, além de uma imposição de uma multa de 10 milhões de euros, apontando para a suspeita de corrupção e fraude.
Publicidade
Loading ...

ATUALIZADO EM 19/06/2018

VEJA>>> Copa das Enganações: protegido da velha mídia faz mimimi e abandona treino outra vez

VEJA>>> Nos EUA, delatores entregam Globo e outros metidos no propinoduto da CBF/FIFA

VEJA>>> Joice Hasselmann expõe briga interna pelo poder e racha no partido do Bolsonaro

ANTES...

Mau exemplo.

REVEJA, TAMBÉM: Justiça Federal bloqueia R$ 189 milhões do jogador Neymar acusado de sonegação

ESTADÃO - O Ministério Público da Espanha pediu dois anos de prisão para Neymar, além de uma imposição de uma multa de 10 milhões de euros, apontando para a suspeita de corrupção e fraude.

Além da prisão, o promotor José Perals recomenda uma pena de cinco anos de prisão ao ex-presidente do Barcelona, Sandro Rosell, considerado como a pessoa responsável pelo contrato com o brasileiro.

O clube ainda teria de pagar 8,4 milhões de euros em multa. Já o atual presidente, Josep Bartomeu, não pegaria uma pena de prisão. Por "corrupção nos negócios" e "fraude mediante simulação contratual", a promotoria ainda pede que Neymar fique inabilitado de qualquer exercício comercial por três anos.

Ao pai do jogador, sócio das empresas que assinaram o contrato, são mais 2 anos de prisão e também multa de 10 milhões de euros. Para a mãe do jogador, também sócia, são mais 10 milhões de euros em multas e um ano de prisão. No total, a família de Neymar teria de desembolsar 30 milhões de euros se o juiz atender ao pedido do promotor.

Publicidade
Loading ...